Draft 2014: O que esperar – Parte III

Fala galera!
Aqui tá a última parte da análise de possíveis escolhas nossas no draft. Era pra ter saído ontem, mas a correria tá enorme. Não está bem completo, mas dá para ter uma ideia do que podemos encontrar hoje a noite. Não coloquei em nenhum dos textos da análise, mas como foi falado em outro dos posts do blog, podemos escolher um LB pra fazer rotação com os nossos meninos Laurinaitis e Ogletree. Também é possível que escolhamos um RB para complementar Stacy e um DL. Então… acho que é isso, espero que gostem.

QUARTERBACK

Não, eu não acho que iremos escolher um QB logo no primeiro round (afinal, o post é sobre ele)… mas acredito que é um assunto importante.

O Bradford foi draftado com pompa de franchise, no primeiro ano foi o cara da franquia, mas no segundo ano não continuou sua evolução muito por causa da mudança de OC, e de o time ter sofrido inúmeras lesões na linha e consequentemente ele acabou se machucando também.

Ano passado todo mundo falava que era o ano do “vai ou racha” até porque era o segundo ano do Fisher e estavam tentando dar todas as armas necessárias para ele fazer uma boa temporada. Porém ele acabou machucado, então, essa temporada ele estará sobre pressão. Tem que corresponder todas aquelas expectativas que lhe foram depositadas desde o começo. Até porque, só conseguimos que o Fisher assumisse o Rams porque ele achava que o Sam Bradford tem potencial para se tornar um QB de elite e liderar o Rams ao Superbowl, mas vamos ao que interessa. Como eu disse no início do parágrafo, não acredito que iremos buscar um QB logo na primeira rodada, como eu disse também, isso se deve à confiança depositada no Sammy, pelo time e pela maioria dos torcedores, então como o ele pode “provar” não ser um verdadeiro franchise QB, acredito que iremos pegar um quarterback a partir da terceira rodada, para ficar de backup e ir aprendendo durante a temporada ou temporadas (rs), por isso, seria escolhido um quarterback com características de jogo parecidas com a do Sam. Vamos aos nomes:

Johnny Manziel: nem tenho muito o que dizer de Manziel até porque todo mundo conhece. O jogador mais midiático do draft, por suas ótimas temporadas no college desperta interesse de muitos times e consequentemente do Rams. Mas como eu disse anteriormente, pegaremos um QB mais abaixo no draft,  logo, esse não sera o Manziel.
Ainda bem, não gosto dele.  Esses rumores de que iria haver uma troca com Bradford para pegá-lo era apenas smokescreen, Brad continua firme e forte.

Zach Mettenberger: bem provável que seja selecionado a partir da terceira rodada (quando acredito que selecionaremos um QB), Zach é um provável escolha. É um quarterback que pode aprender a jogar em situações de pressão (tem melhorado a cada temporada), tem um braço fortíssimo e boas pernas. Jogou 2 anos como titular na SEC.  Porém, não tem um bom footwork no pocket,  não é tão bom na leitura da defesa e na hora de perceber blitzes e ainda há dúvidas sobre seu caráter. Já que em 2010 foi expulso de um time acusado de assédio sexual.

Tom Savage: cotado para aparecer entre o segundo ou terceiro round, Tom é um quarterback ainda inexperiente, cru… precisa ser trabalhado. Ficou algum tempo sem jogar pelas suas mudanças de faculdade, e apenas em 2013 teve chance de aparecer. Tem um braço forte, consegue fazer passes em um espaço pequeno, jogava com um esquema parecido com o profissional (não apenas shotgun, que é o mais usado no college). Tem mobilidade e não toma um cafézinho no pocket antes de lançar a bola.  Apesar de seu forte braço, não é muito bom em passes compridos, seus passes não tem muita precisão (o que pode ser melhorado).

Aaron Murray: talvez a melhor opção para nós no draft (se cair até a terceira ou se tivermos uma escolha extra na segunda). É muito experiente, por ter jogado 4 anos de titular, tem um bom braço, não foca só em um receiver, tem espírito de liderança e é inteligente. Porém não é muito alto (Russell Wilson tbm não), é facilmente pressionado pela defesa e teve uma lesão no ultimo ano de faculdade.

Derek Carr: outra boa escolha no draft, Carr tem capacidade de evoluir muito ainda. Se deixar sua ansiedade de lado, e tiver uma boa OL. É um pocket passer, distribui bem a bola, inteligente, boa visão de jogo e é experiente. Porém não jogou em uma conferencia dificil na faculdade, e ainda não provou que pode jogar realmente em alto nível. Tem boa work ethic  e um braço muito forte.

Jimmy Garoppolo: digamos que Jimmy é um diamante a ser lapidado,  já tem boas características: bom footwork,  não enrola muito para lançar, toma decisões rapidamente, tem um braço forte, sabe ler a defesa e tem boa mecânica de passe.  Porém tem mãos pequenas comparadas as de algum outro quarterback, para não gerar fumbles terá de aprender a cuidar bem da bola. Não enfrentou times fortes na faculdade, o que é um ponto contra e terá de aprender a jogar contra defesas mais bem postadas e treinadas.

AJ McCarron: sua principal característica é ser um bom game manager, tem espírito de liderança, boa visão de campo, distribuindo a bola para seus WRs,  é bom na hora de escapar da pressão. Porém não tem muita mobilidade, pode ser confundindo na jogada da defesa, braço não muito forte. Na NFL pode ser apenas um bom backup ou pode (depois de ser desenvolvido), virar titular.

Anúncios

O que achou do texto?Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s