EYES ON TURF #5 – JARED COOK NO REFORÇO!

Como você já sabe, segunda-feira é dia de EYES ON TURF, a coluna semanal do BLOG RAMS BRASIL que traz pra você análises e considerações sobre tudo o que anda rolando nos gramados da franquia mais bacana da NFL, o SAINT LOUIS RAMS!

images

Quando a janela do Free Agent deste ano foi aberta e dada a largada na corrida dos times por reforços, o general manager com-cara-de-surfista Les Snead não marcou bobeira e rapidamente fechou contrato com dois bons atletas para rechear o roster da franquia: Jared Cook, ex-Titans, e Jake Long, ex-Dolphins. Já falei aqui sobre o OT Jake Long, mas ainda não tive a oportunidade de falar sobre o tight end Jared Cook. Chegou a hora de sanar essa discrepância.

Jared Cook foi draftado pelo Tennessee Titans no terceiro round do Draft de 2009 (escolha 89 do geral), aos 22 anos, da University of South Carolina. Destaque para o combine daquele ano, quando Cook superou todos os outros TEs candidatos no salto vertical, salto em distância e no “fourty time”. Como profissional nos Titans, Cook jogou 48 partidas, com 131 recepções para 1717 jardas e 8 touchdowns, de acordo com o site pro-football-reference.com. Não são números expressivos, mas lembro de ver boas recepções do camisa 89 nos últimos jogos dos Titans. O vídeo abaixo mostra alguns dos melhores lances de 2012 do jogador, com direito a TDs

É claro que muito desse bom desempenho também se deve à excelente performance do quarterback do time de Nashville, o então novato Jake Locker, que saiu do banco em aparições pontuais e importantes para liderar o ataque de Tennessee com 5 TDs e nenhum turnover. Dos oito TDs anotados por Jared Cook em toda a sua carreira profissional, quatro foram marcados ano passado, sendo que três deles saíram do braço de Locker, nos jogos contra Detroit, Miami e Indianápolis (o outro foi de Matt Hasselback, contra os Vikings). Quando Locker foi draftado, eu não apostava nada no cara, mesmo tendo visto vídeos de suas atuações no College. Confesso que gostei de ter errado nos meus prospectos e de ver o QB jogando muito. E creio que Cook também deve ter gostado.

jared-cook-1Em lançamentos difíceis, dá pra ver que Jared Cook consegue fazer boas pegadas e partir pra cima da defesa alheia, costurando os adversários, coisa que faz muito bem. Das 44 recepções do TE em 2012, 11 são consideradas difíceis de se realizar, o que dá aí uma média de 25% delas. O que pesa a favor do atleta é que ele tem boa mobilidade no ar para alcançar a bola, além de uma forte impulsão. Outra coisa que ajuda é o tamanho de suas mãos, que facilita o domínio da pelota. Conforme dados que pesquisei, Cook dropou apenas cinco das 76 vezes em que relou a mão na bola, o que resulta numa “taxa de mão-furada” de apenas 6,6%, excelente para um TE. Só para comparar, Rob Gronkowski, o tight end do New England Patriots, reconhecidamente um dos melhores jogadores da posição, tem uma “taxa de mão-furada” de 9,0%.

Brian Schottenheimer, o coordenador ofensivo dos RAMS, não vai deixar de aproveitar essas características para formar um belo esquadrão de ataque, junto com Tavon Austin nos slots e Brian Quick e Chris Givens como receivers externos.jared-cook

Por tudo isso, apesar de não apostar todas as minhas fichas em Jared Cook, gostei bastante da contratação (fechada em 35 milhões de doletas, sendo 16 garantidos, por um total de cinco anos). O cara tem ainda 26 anos e muito a contribuir para o time. Em entrevista pós-contratação, ele afirmou que pretende dar o sangue e consolidar sua carreira no Saint Louis Rams, e que já está bastante familiarizado com o head coach Jeff Fisher, com quem trabalhou em Tennessee. De fato, o bigodudo está passando o rapa aos poucos nos jogadores dos Titans.

E você? O que achou de Jared Cook no reforço?

Um abraço e até a próxima segunda com mais um EYES ON TURF!

Anúncios

4 comentários sobre “EYES ON TURF #5 – JARED COOK NO REFORÇO!

  1. Fala Tito, me chamou a atenção nesse vídeo as recepções que ele faz saindo do campo pra parar o relógio nos momentos finais tanto do primeiro como do segundo half, esse tipo de jogada pode ser muito útil

    • Bem observado, Bruno. Jogadas como essas são essenciais quando faltam poucos segundos pro término de um tempo da partida, e Cook é bom pra receber e correr pra lateral, ganhando tempo pro QB armar a próxima descida. Ele vai adicionar bastante pro time, com certeza.

  2. Ele vai destruir. Os titans nem tinham um jogo aéreo muito bom, na verdade acho que o Cook era o melhor recebedor, mesmo não sendo o recebedor numero 1. Com nosso ataque bem espalhado vai sobrar mais campo para ele ficar desmarcado e consequentemente mais bolas vão pra ele. Quero muito ver os dois TE’s jogando, o Kendricks é muito bom também. Esse ano promete. Chega a copa do mundo mas não chega novembro !!

O que achou do texto?Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s