Rapidinhas

Por Jamal Collier

Cincinnati Bengals selecionou dois Wide receivers da mesma escola, no mesmo draft há 12 anos (2001): da Oregon State, Chad Johnson e TJ Houshmandzadeh.

Johnson (85) foi escolhido no segundo round, No. 36, e  Houshmandzadeh  no sétimo round,  No. 204. Juntos passaram das 2000 jardas em 2006 e 2007.

Austin e Bailey combinam 228 recepções, 2,911 yards e 37 TDs em 2012

By Jim Thomas

O rookie minicamp está previsto para 10 a 12 de maio. Até agora, o Rams assinou, ou concordou com os termos, com 22 agentes livres rookie (UDFA), então nossa sua lista de roster é de 81 jogadores. Além disso, eles estão trazendo pelo menos seis jogadores undrafted através do minicamp tryout.

By RJ_Bell

Após o draft em Las Vegas as chances do Rams de ganhar o Super Bowl esse ano são de 60 a 1.

San Francisco 49ers é o favorito ao Super Bowl com 6-1, e o Seattle quarto com 9-1.

By Gregg Rosenthal

Rookies da NFL prestes a fazer impactos em 2013:

2. Tavon Austin , St. Louis Rams, wide receiver :

Ele já é o melhor receptor do Rams. O GM Les Snead não ia negociar até o pick  No. 8 e pegar Austin sem um plano de jogo para que ele reforce o ataque.

Por Charley Casserly

(Steal) Jogadores classificados muito melhor do que as suas escolhas no draft indicam:

2) Alec Ogletree, LB, Georgia – St. Louis Rams , Round 1, No. 30

Ogletree é o melhor linebacker para 4-3 neste projeto. Ele pode jogar de MLB, mas é mais adequado para OLB. O jogador da  Georgia possui  boa velocidade e capacidade atlética, além de excelentes instintos contra o jogo corrido e aéreo. Ele deve ser stater produtivo como um rookie em St. Louis.

Outras:

Barret Jones, starter de quatro anos em Alabama, ganhou o Rimington Trophy em 2012, que é dado para o melhor center do país.

Nosso HC Jeff Fisher disse que a equipe estava nervosa sobre a possibilidade de o safety TJ McDonald não estar disponível quando a equipe pegou a escolha No. 71 na terceira rodada, na troca com o Bills.

Nosso quarterback Sam Bradford mencionou que é um “alívio” ser capaz de entrar na offseason compreendendo plenamente o que precisa melhorar no ataque, em vez de ter que aprender um novo playbook e um novo estilo de jogo.

A ESPN noticiou que o St. Louis Rams re-assinou com o free-agent TE Mike McNeill por um ano, valor de $555,000.

//
Anúncios

Um comentário sobre “Rapidinhas

  1. Esse ano tem tudo pra ser ótimo para nós, pelo menos no papel.
    Não só pelo Free Agency, leia-se Cook e Long, e nem pelo Draft, que foi excepcional, mas pelo fato de Bradford ter pela primeira vez em sua carreira o mesmo coordenador ofensivo da última temporada. Ano passado ele já teve um bom ano, foram mais TD’s e menos Ints, sendo que, se não me engano, foi ano passado que rolou aquele Lock Out não é?
    O lock out impediu os times de terem uma pré temporada decente, o que para os Rams foi realmente uma merda.

    Enfim, estou realmente ancioso por essa nova temporada. Ela promete!!!

O que achou do texto?Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s