EYES ON TURF #1 – A SAÍDA DO SJ39

Dando sequência às modificações que a equipe do RAMS BRASIL anda fazendo no blog, estreia hoje a coluna EYES ON TURF (sim, é um trocadilho com o famoso esquadrão GREATEST SHOW ON TURF!), que irá ao ar todas as segundas-feiras, se nada der errado, trazendo pra você análises e considerações sobre tudo o que acontece nos gramados do SAINT LOUIS RAMS!

Pra começar esta primeira postagem da coluna, não poderia deixar de falar sobre um dos acontecimentos mais importantes para a franquia nos últimos anos: a saída do powerback39 Steven Jackson!

Sei que você já deve ter lido muito sobre isso, o RAMS BRASIL já falou bastante sobre o fato, e você pode encontrar alguns posts aqui e aqui. Não vou me ater aos detalhes técnicos (prometo que vou tentar!), mas é interessante traçar o quão significativa é a saída do SJ39 para a franquia do Missouri e seus torcedores.

Steven Jackson foi o jogador mais importante do roster dos RAMS e a cara da franquia nos últimos anos, além de um dos maiores RBs da Liga, junto com Chris Johnson dos Titans. Impossível não pensar no camisa 39 quando se falava nos RAMS. O cara é um ídolo, um líder. Um veterano daqueles que impõe respeito nos adversários e nos novatos, e que gera admiração por sua história e por sua dedicação. Sou fã do cara desde que conheci o time e passei a torcer. Acha que estou exagerando? Então veja com seus próprios olhos:

Tem muitos outros vídeos com corridas espetaculares dele no Youtube. É só procurar.

Corre, Jakson!!!

Corre, Jackson!!!

Jackson foi pinçado por Saint Louis no primeiro round do draft de 2004, aos 21 anos de idade, vindo de Oregon State University. De lá para cá, em 131 jogos com a camisa azul e dourada, totalizou 64 touchdowns (e não 56 TDs, como alguns sites brasileiros de futebol americano noticiaram por aí!) e impressionantes 13.540 jardas, entre corridas, passes recebidos e retornos de kickoffs. Ou seja, o cara correu mais de 135 campos inteiros de futebol americano nesses nove anos.

Mas, a despeito de seus números, o powerback vinha mal nos últimos anos. Apesar das 1.042 jardas corridas em 2012, o que não é nada mau mesmo, Jackson anotou apenas 4 TDs na temporada inteira. Pouco para um atleta do seu nível. Só para comparar, ele fechou a temporada 2006 com 16 TDs anotados. Os mesmos 4 TDs de todo o ano de 2013 ele marcou em um único jogo contra os Vikings, em 2006. Não dá pra listar aqui os motivos para seu desempenho ruim, se é que podemos chamar 1.042 jardas de “ruim”, mas a idade avançada contribuiu com certeza. E creio que foi o fator chave para sua decisão de trocar de casa. Steven Jackson vai completar 30 anos. Jovem para um quaterback (que diga o vovô Brett Favre!), mas velho para um runningback. Os RBs levam muita porrada – certo, Piter? – e isso tem um custo alto para a saúde dos corredores, cujas carreiras se encerram antes do que qualquer outro jogador em posição diferente. O corpo já não tem a mesma explosão muscular de um atleta 10 anos mais jovem, e isso é comprovado biologicamente. Por isso os corredores precisam correr atrás de melhores contratos antes dos 30.

alt_sports_cd_super_bowl_xxxiv_lgOutro fator importante que pesou bastante, já levantado aqui no blog por outros redatores, foi a vontade de Steven Jackson de se aposentar com um anel de Super Bowl. Não dá pra culpar o cara, certo? Vai me dizer que você não iria querer usar um desses na balada?

Em nove anos jogando pela franquia do Missouri, Jackson só jogou DUAS partidas em playoffs (ambas em 2004, seu ano de rookie, contra as galinhas marinhas do Seahawks e contra o próprio Atlanta Falcons) e creio que isso deve frustrar bastante o cara, que sabe o potencial e a qualidade que tem. O fato é que SJ39 tem mesmo mais chances de conquistar um SB se correr por um time que esteja em melhor momento do que os RAMS. E o Atlanta Falcons, que precisava mesmo de um bom RB, está num bom momento, com boas chances de chegar lá. Melhor pra ele, pior pra nós, que perdemos um jogador de alto nível e ídolo de torcida.

Boa sorte ao nosso eterno camisa 39 em sua nova casa. E sorte ao nosso time sem ele!

Um abraço, e não perca a coluna EYES ON TURF da semana que vem!

Anúncios

2 comentários sobre “EYES ON TURF #1 – A SAÍDA DO SJ39

    • Hehehehhehe Isso seria irônico mesmo.
      Mesmo ele não fechando a carreira no nosso time, acredito que a 39 vai ser aposentada em breve e ele vai entrar no Hall da Fama pelos Rams, alguns anos depois de se aposentar.

O que achou do texto?Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s